Terça-feira, 28 de Abril de 2009

Empate entre velhos conhecidos

Vitória e Leixões são já dois velhos conhecidos e rivais do futebol português. Há dois anos, subiram juntos à 1ª Liga. Hoje, estão ambos fora dos lugares da Europa. Esperava-se, por isso, um jogo difícil, como Manuel Cajuda havia perspectivado antes. Num jogo com golos e casos, destaca-se o regresso do defesa Sereno ao onze de Manuel Cajuda. O internacional voltou à competição e esteve intransponível. Porque, afinal, quem sabe nunca esquece. Mesmo estando afastado há cinco meses da competição. Mas vamos ao jogo.
O Vitória entrou cedo a ganhar. Logo aos 12 minutos, Milhazes sofre falta na grande área e o árbitro Pedro Henriques assinala grande penalidade. Na conversão, Nuno Assis não facilita e coloca o Vitória na frente do marcador. Porém, como vem sendo apanágio desta equipa, a vantagem não duraria até ao final do encontro. Não durou sequer até ao final da primeira parte. Em apenas cinco minutos, Braga deu a volta ao resultado e colocou o Leixões a vencer. O primeiro golo do médio é até difícil de relatar. Nilson parece ter a bola controlada, deixa o adversário avançar e quando tem a bola nas mãos, Braga chuta a bola e marca golo. Se o penalty a favor do Vitória parece ter deixado José Mota com dúvidas, o que dirá o técnico do golo que permitiu o empate ao Leixões? Casos à parte, o segundo golo do Leixões nasce de um grande remate de Braga, de fora da grande área.
Na etapa complementar, o Vitória esteve sempre na busca do empate. Numa bola parada, Marquinho aproveitou alguma confusão na área e igualou a partida. Era a justiça no marcador. Até ao final do encontro, a equipa de Manuel Cajuda foi sempre a mais pressionante. Primeiro foi o remate de Desmarets, com a bola a passar bem perto do poste da baliza de Beto, depois foi Cícero, juntamente com Nuno Assis, que a um metro da baliza não conseguiram marcar, em lances bem confusos na área do Leixões. O jogo acabaria mesmo com a divisão de pontos para as duas equipas.
O sítio oficial do Vitória Sport Clube não quer deixar de lamentar a situação que envolveu os adeptos vitorianos. No final do encontro, os jogadores do Vitória quase não puderam agradecer o seu público pelo apoio constante. A Polícia, que devia zelar pelo bem-estar daqueles que pagam para ver futebol, preocupou-se mais em afastar os adeptos dos jogadores. Adeptos que chegaram ao jogo já bem perto do intervalo. Adeptos que pagam bilhete para assistirem a 90 minutos de futebol e não apenas a 45. Adeptos que, num dia de semana, fazem todos os esforços para acompanharem a sua equipa. Adeptos que sempre e em qualquer estádio apoiam o seu Clube. Adeptos que merecem, acima de tudo, RESPEITO.

                                         Declarações

Manuel Cajuda

“É um resultado justo. Foi um jogo dividido e muito bem jogado. Endereço os meus parabéns a todos os leixonenses pela época, pois são um bom exemplo que nos deve fazer sorrir. Começámos muito bem o jogo, encontrámo-nos depois a perder e tentámos sempre igualar a partida. Nos últimos minutos podíamos ter voltado a marcar, o que de certa forma seria injusto. Foi um bom jogo de futebol. Na minha opinião, o lance do primeiro golo deixa algumas dúvidas mas também não tenho dúvidas que o Nilson tinha a bola nas mãos”. VitoriaSC.pt

                                       Ficha de Jogo

Leixoes: Beto; Vasco Fernandes, Nuno Silva, Sandro e Angulo; Bruno China, Roberto Sousa e Hugo Morais (Chumbinho 78); Zé Manel (Jean Sony 68), Braga e Diogo Valente.
Treinador: José Mota

Vitoria SC: Nilson; Andrezinho, Gregory, Sereno e Milhazes; Custódio (Luís Filipe 58), João Alves, Desmarets e Nuno Assis; Roberto (Cícero 84) e Marquinho (Fajardo 79).
Treinador: Manuel Cajuda

                                      Disciplina

Cartões amarelos: Diogo Valente (12), Sereno (19), Gregory (53), Roberto Sousa (55) e Sandro (82)  SportDigital.net

                                     Resumo

Gmrtv.pt

 

O Moreno não fez parte do 'onze' de Manuel Cajuda para o jogo com o Leixões mas aqui fica na mesma toda a informação sobre o jogo de ontem. Grande injustiça da parte de Manuel Cajuda na minha opinião, que disse que ia meter os melhores jogadores que tinha a jogar e não o fez.

Publicado por AnaPereira às 17:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
1 comentário:
De Mimi a 28 de Abril de 2009 às 21:10
k vergonha sr cajuda ñ pôr o Moreno no onze


Comentar post

.Mais sobre mim :)

.Pesquisar neste blog

 

.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


.Posts recentes

. Convocados - Vitoria SC v...

. Vitória perde na Luz

. Convocados - SL Benfica v...

. Adeus Taça da Liga!

. Convocados - Nacional vs ...

. Morrer na praia

. Convocados - Rio Ave vs V...

. A um poste da Vitória

. Convocados - Vitoria SC v...

. Vitória empatou a uma bol...

.Arquivos

.Links

.Fala Connosco

Participa no Blog. Envia-nos fotos, videos, mensagens de apoio, sugestões etc. Contamos contigo. Utiliza o nosso mail para tudo isso --> apereira_vsc18@hotmail.com

.Visitas

Free Hit Counter

.O que dizem dele

“O Moreno é um grande jogador e um orgulho para a cidade e para o clube, porque é um grande vitoriano. E pode muito bem chegar à selecção principal. Já vários jogadores que fui treinando e lançando na minha carreira conseguiram chegar à selecção nacional, mas o Moreno seria um caso especial, porque lidei muitas vezes com o seu desespero de se sentir um jogador injustiçado e incompreendido. É um grande campeão, um de vários campeões que o Vitória tem a sorte de ter no seu balneário” Manuel Cajuda, sobre a chamada de Moreno à Selecção B
“O Moreno e o Flávio transportam para o balneário a mística do Vitória” Roberto, Chat Fan Zone

.Sondagens