Sábado, 16 de Janeiro de 2010

A um poste da Vitória

Vitória e Vit. Setúbal empatam a duas bolas, em jogo a contar para a 16ª jornada da Liga.
Entrar e fechar a marcar. Logo aos 2 minutos, Keita inaugurou o marcador, quando o Vitória estava ainda a organizar-se. Era um balde de água fria para os da casa que viram o adversário chegar ao golo no abrir do jogo. Contudo, o Vitória rapidamente respondeu e chegou ao golo do empate através de Marquinho, que voltou a ser primeira opção para Paulo Sérgio.
Na antevisão ao jogo, Paulo Sérgio avisou das dificuldades que a sua equipa iria sentir para ultrapassar a linha defensiva do Setúbal. E a verdade é que o Vitória demorou a “furar” a muralha dos homens de Sado. Marquinho era dos mais inconformados e conseguia, a espaços, criar perigo junto da baliza de Mário Felgueiras. Com um início de jogo prometedor, o espectáculo foi perdendo ânimo face ao jogo defensivo do Vit. Setúbal.
Um empate a uma bola não satisfazia a equipa vitoriana e Paulo Sérgio logo tomou medidas para alterar a situação. Lançou Fábio Felício na etapa complementar e as investidas ofensivas aumentaram. Roberto, Fábio e Desmarets tiveram nos pés as mais claras oportunidades de golo mas seriam estes a ter correr atrás do prejuízo. Perante tantas falhas, o Setúbal, na segunda vez que chegou à baliza de Nilson, foi feliz e colocou-se em vantagem, através de Collin aos 62 minutos. Mais um balde de água fria.
Inexcedíveis na entrega, no empenho e na vontade, os atletas do Vitória não desarmaram e tudo fizeram para chegar ao golo. Roberto poderia ter igualado a partida, depois de um grande passe de Desmarets, mas o brasileiro falhou o alvo. Até que aos 87 minutos, a sorte, que em tantos outros momentos faltou, apareceu para o empate vitoriano. Na consequência de um forte remate de Desmarets, a bola chega a Targino que não desperdiçou.
Claramente à procura do triunfo, o Vitória massacrou o adversário. Não foram uma nem duas claras oportunidades de golo, foram três ocasiões imperdíveis e uma bola ao poste. Os minutos finais foram verdadeiramente electrizantes. E quando Andrezinho se preparava para apontar mais um livre…o árbitro João Capela termina a partida. Inacreditável!
Com este empate caseiro, o Vitória soma agora 23 pontos e ocupa a sexta posição, a um ponto do quinto classificado, o Nacional. Na próxima jornada, a equipa vitoriana desloca-se à Luz para defrontar o Benfica no dia 30.

 

Declarações de Paulo Sérgio

"Quando temos 90 minutos de sentido único, com uma só equipa a ter as despesas do jogo não pode nunca ser considerado um resultado positivo nem um resultado justo. Não estamos satisfeitos com o resultado mas estamos satisfeitos com a atitude, a entrega e o caudal ofensivo que conseguimos criar contra uma estratégia que é difícil de quebrar. Penso que é injusto o que se passou mas é futebol. O João Capela é um jovem árbitro com potencial mas hoje não me agradou."   VitoriaSC.pt

Publicado por AnaPereira às 00:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

.Mais sobre mim :)

.Pesquisar neste blog

 

.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


.Posts recentes

. Convocados - Vitoria SC v...

. Vitória perde na Luz

. Convocados - SL Benfica v...

. Adeus Taça da Liga!

. Convocados - Nacional vs ...

. Morrer na praia

. Convocados - Rio Ave vs V...

. A um poste da Vitória

. Convocados - Vitoria SC v...

. Vitória empatou a uma bol...

.Arquivos

.Links

.Fala Connosco

Participa no Blog. Envia-nos fotos, videos, mensagens de apoio, sugestões etc. Contamos contigo. Utiliza o nosso mail para tudo isso --> apereira_vsc18@hotmail.com

.Visitas

Free Hit Counter

.O que dizem dele

“O Moreno é um grande jogador e um orgulho para a cidade e para o clube, porque é um grande vitoriano. E pode muito bem chegar à selecção principal. Já vários jogadores que fui treinando e lançando na minha carreira conseguiram chegar à selecção nacional, mas o Moreno seria um caso especial, porque lidei muitas vezes com o seu desespero de se sentir um jogador injustiçado e incompreendido. É um grande campeão, um de vários campeões que o Vitória tem a sorte de ter no seu balneário” Manuel Cajuda, sobre a chamada de Moreno à Selecção B
“O Moreno e o Flávio transportam para o balneário a mística do Vitória” Roberto, Chat Fan Zone

.Sondagens