Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009

Quem não marca...

Vitória perde com FC Porto por 1-4, na abertura da 12ª jornada da Liga.
O jogo desta noite revelou-se inglório para a equipa vitoriana. Dois golos portistas em cada parte ditaram um resultado que poderá enganar o mais distraído leitor. Porque quem esteve atento ao jogo percebeu que o Vitória não merecia sair derrotado do encontro. Como já diz o velho ditado, quem não marca sofre e esse foi realmente o lema deste jogo.
A equipa de Paulo Sérgio tardou a encontrar-se no jogo e permitiu que o FC Porto marcasse dois golos de avanço. Varela e Falcão marcaram na primeira meia hora do jogo, enquanto o Vitória ameaçava com alguns remates ao lado da baliza de Helton. Depois das tentativas, o Vitória chegaria ao golo através de bola parada. Na marcação de um livre directo, Andrezinho apontou um grande golo e reduziu a vantagem para 1-2, reacendendo a esperança dos cerca de 18 mil vitorianos.
Com vontade em mudar o rumo do jogo, o Vitória entrou mandão na segunda parte. Targino, Nuno Assis e Desmarets desenharam movimentos ao mais alto nível mas falhavam na finalização. Primeiro foi o “baixinho” a rematar em esforço para a defesa de Helton, depois seria a vez do jovem rematar cruzado com a bola a passar bem perto do poste da baliza do guarda-redes portista.
O capitão Moreno, que usava a braçadeira em virtude de Flávio Meireles ter saído lesionado, também esteve perto, muito perto, de igualar a partida ao rematar de calcanhar a escassos metros da linha de baliza de Helton. E como já indica o título desta crónica, quem não marca…sofre e o Vitória sentiu na pele o tão repetido ditado. Nas duas ocasiões que a formação de Jesualdo Ferreira subiu no terreno, Bruno Alves e Rodriguez aumentaram a vantagem e sentenciaram o jogo.
Na zona mista, Nilson admitiu que no futebol não há justiça mas eficácia. E como as palavras do guarda-redes vitoriano sintetizam o que esta noite aconteceu no D. Afonso Henriques…


Declarações de Paulo Sérgio

“Entrámos muito mal e demos espaço às transições ofensivas do FC Porto. Sofremos dois golos e depois só corremos atrás do prejuízo. Tivemos oportunidades para o 2-2 mas não fomos eficazes. Fizemos muito remates, mas pagámos caro a má entrada em campo. As minhas correcções surtiram efeito porque os jogadores sabem ouvir. No inicio quisemos sair sempre a jogar e acabámos por provocar situações perigosas para a nossa baliza. Os meus parabéns ao F.C. Porto que acabou por construir um resultado gordo”   VitoriaSC.pt

Publicado por AnaPereira às 00:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

.Mais sobre mim :)

.Pesquisar neste blog

 

.Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


.Posts recentes

. Convocados - Vitoria SC v...

. Vitória perde na Luz

. Convocados - SL Benfica v...

. Adeus Taça da Liga!

. Convocados - Nacional vs ...

. Morrer na praia

. Convocados - Rio Ave vs V...

. A um poste da Vitória

. Convocados - Vitoria SC v...

. Vitória empatou a uma bol...

.Arquivos

.Links

.Fala Connosco

Participa no Blog. Envia-nos fotos, videos, mensagens de apoio, sugestões etc. Contamos contigo. Utiliza o nosso mail para tudo isso --> apereira_vsc18@hotmail.com

.Visitas

Free Hit Counter

.O que dizem dele

“O Moreno é um grande jogador e um orgulho para a cidade e para o clube, porque é um grande vitoriano. E pode muito bem chegar à selecção principal. Já vários jogadores que fui treinando e lançando na minha carreira conseguiram chegar à selecção nacional, mas o Moreno seria um caso especial, porque lidei muitas vezes com o seu desespero de se sentir um jogador injustiçado e incompreendido. É um grande campeão, um de vários campeões que o Vitória tem a sorte de ter no seu balneário” Manuel Cajuda, sobre a chamada de Moreno à Selecção B
“O Moreno e o Flávio transportam para o balneário a mística do Vitória” Roberto, Chat Fan Zone

.Sondagens